Tecnologias como Inteligência Artificial (IA) estão causando uma verdadeira transformação nos Recursos Humanos onde são aplicadas, mudando a forma de contratar e gerir pessoas. É claro que o seu uso aliada ao trabalho humano ainda é um desafio e que existe muito caminho a ser trilhado, mas também é verdade que empresas que apostaram nessa junção já colhem ótimos resultados.

Há pouco tempo, reforçamos que, com o ritmo dos avanços da tecnologia acelerando rapidamente, a aceitação e a confiança no uso de ferramentas Inteligência Artificial e Machine Learning estão crescendo. Quando aplicadas, essas tecnologias podem contribuir, por exemplo, para a aquisição dos melhores talentos.

A verdade é que a Inteligência Artificial está mudando a forma com que as empresas estão se comunicando com seus candidatos. Recentemente, realizamos um webinar onde apresentamos cases de aplicações de Inteligência Artificial em empresas, mostrando o exemplo de um banco em Singapura que adotou a metodologia de processamento de linguagem natural para recrutamento.

Eles passaram a contar com o apoio de chatbot, responsável pela primeira interação com o candidato, reduzindo o tempo gasto para a seleção por currículo de candidato; aumentando a taxa de aprovados na primeira etapa do R&S e reduzindo a taxa de abandono do processo.

Esse é um exemplo, mas são várias as possibilidades. Veja alguns outros casos onde a IA transforma a gestão de talentos:

1 –  Procura e reativação passiva de candidatos: A aplicação da Inteligência Artificial conversacional é capaz de melhorar como as empresas encontram, classificam ou entram em contato com talentos para uma oportunidade. Isso porque, esse tipo de tecnologia contribui para reativar perfis, antes desativados, do banco de dados.

Uma grande empresa de engenharia utilizou a metodologia para engajar um segmento de seu banco de dados passivo de candidatos para ocupar uma determinada posição. Eles conseguiram atingir 13,7% dos possíveis candidatos, atualizando 90% das informações e fazer com que 14,5% dos candidatos passivos se tornassem ativos.

2 – Automação de processos de recrutamento: a automatização em recrutamento dá mais agilidade aos processos, agilizando tarefas que antes poderiam levar dias para tarefas que são realizadas em poucos minutos. Com os algoritmos adequados, é possível encontrar os candidatos que mais se ajustam à cultura da empresa.

Os algoritmos avaliam centenas de combinações pré-definidas de características de performance e identifica entre os candidatos quais são os mais adequados.

Um exemplo de aplicação bem-sucedida diz respeito a uma agência global de pessoal, onde 89,3% dos candidatos concluíram determinado processo de seleção que haviam começado e aumentando o rendimento e a taxa de colocação dos candidatos.

3 – Triagem e lista de candidatos: o processo de procura, classificação e contato com os candidatos pode ocupar até 75% do tempo dos recrutadores e, no meio de uma infinidade de outras atividades que são pertinentes à posição que ocupam, isso torna tudo mais complexo.

A aplicação da Inteligência Artificial permite ativar o banco de dados, selecionar e qualificar o candidato, avaliar os melhores perfis e entregar ao recrutador uma lista pré-definida. Em algumas empresas, é possível aumentar em mais de 140% a produtividade dos recrutadores, dando a eles mais tempo e espaço para se concentrarem em outras atividades importantes para a corporação.

4 – Agendamento e coordenação de entrevistas: uma pesquisa realizada pela Yello mostrou que uma das etapas mais lentas do processo de contratação é o agendamento de entrevistas. Depois de entrevistar 200 profissionais, a pesquisa revelou que o tempo para agendar uma única entrevista pode demorar de 30 minutos a 2 horas para 67% dos entrevistados.

Um dos grandes problemas para eles é casar as agendas dos candidatos e encontrar um tempo que funcione para todos. 60% dos recrutadores disseram que perdem regularmente candidatos antes de agendar uma entrevista.

Com a aplicação da Inteligência Artificial, é possível mitigar o problema já que permite deixar o agendamento de entrevistas e o acompanhamento sob responsabilidade da plataforma. Como a plataforma não encontra limite de atendimentos simultâneos, é possível orientar e agendar diversos candidatos ao mesmo tempo, reduzindo em quase 80% o tempo das entrevistas.

Aqui na LEVEE, por exemplo, as nossas soluções automatizam e agilizam tais processos de ponta a ponta, desde o banco com candidatos próprios, R&S de profissionais adequados à vaga até o agendamento de entrevistas, que pode através de videochamada. 

IA na  LEVEE

A LEVEE tem como missão criar a maior, mais produtiva e diversificada força de trabalho com a ajuda da tecnologia. Utilizamos dados para democratizar oportunidades e entendemos que a seleção orientada por eles pode garantir um resultado mais satisfatório no longo prazo.

Além de diminuir o trabalho repetitivo e burocrático, o uso de dados ajuda a identificar, em larga escala, os melhores profissionais para ocupar determinada posição, favorecendo a retenção no cargo e o aumento na produtividade.

Aqui, usamos machine learning, análise preditiva e people analytics para auxiliar empresas que contratam mão de obra operacional em altos volumes, melhorando a qualidade do serviço, alinhando e prevendo às demandas da força de trabalho aos principais KPIs da empresa ou operação.

Nosso objetivo também é ajudar as empresas a reduzir perdas anuais de milhões de reais causadas pela improdutividade de suas operações, aumentando o engajamento, a eficácia do trabalho e os índices operacionais e financeiros.

Referência de Conteúdo: https://www.mya.com/blog/5-use-cases-of-ai-for-staffing-companies/?utm_source=pardot&utm_medium=email&utm_campaign=staffing_weekly_email

 

Leave a Reply